terça-feira, 15 de julho de 2008

Dreams and Nightmares
















Sonhos. Imagens difusas espalhadas num espelho da mente a que chamamos imaginação. Reflexos banais que se tornam inconfundíveis com o tempo. Um lugar onde a realidade se mistura, sem medo, com o mundo virtual pelo qual a mente dos loucos vagueia. A vida que acabou mas continua a existir dentro de ti. A chama que perdeu a intensidade e quase se afogou, mas nunca se extinguiu. A bala que quase te matou e que o tempo parou micro segundos antes de atingir. O fantasma que te assombrou a biblioteca durante anos à procura do livro que não acabava mas fugiu com o uivo do lobo. O tempo que voou durante o beijo perfeito mas que pareceu parar quando te atiraste do penhasco para agarrar a vida. O mundo em que todos viviam no escuro e de cabeça para baixo mas onde um sorriso bastava para comunicar com as outras almas perdidas. O sonho onde querer era poder, amar era viver e bastava ver para sentir.
A noite onde bastava adormecer para não voltar a acordar...

2 comentários:

Rose disse...

tens um blog novo e nem dizias nada...deixa'te andar Torrinhas :)

a tua sorte é q eu gosto muito de ti, sim??

Gostei bastante do teu texto, bastante espressivo e bonito =p

bjinho**

Ich liebe dich <3

Anónimo disse...

brutal... só msm tu, joana...